Como agir quando se quer reformar um imóvel alugado? Muitas vezes, disposição e dinheiro não são o suficiente. Para evitar problemas com o proprietário do imóvel, o inquilino deve, antes de tudo, reler o contrato de locação para saber quais são os seus limites na hora de reformar e decorar um imóvel.

No caso das locações intermediadas por uma administração de imóveis, o mais indicado é que os inquilinos procurem saber como se dá o processo de reformas através delas. Com base no contrato assinado pelo proprietário e pelo inquilino, a empresa poderá afirmar o que se pode ou não fazer no imóvel.

Alguns contratos, por exemplo, exigem que o inquilino, no momento de sair do imóvel, devolva-o nas mesmas condições encontradas pelo laudo da vistoria feita no início da locação. Quando houver algum problema que necessite, de fato, de uma reforma no imóvel, os casos serão analisados, a fim de saber se a solução é de competência do inquilino ou do proprietário, tentando procurar uma solução melhor para ambos.

É sempre bom que o inquilino tenha o hábito de preservar o imóvel que alugou para evitar problemas que precisam de soluções imediatas. Dessa forma, poupam-se, no futuro, novas manutenções e desgaste. Quanto ao proprietário, ele deve também zelar pelo seu imóvel para não desvalorizá-lo, estando com qualidade para competir com outros imóveis no mercado.

Caso deseje trocar ideias conosco, deixe seu comentário aqui ou escreva para o Twitter @sj_digital.

Tem Facebook? Então curta a página SJ Administração de Imóveis.