A quantidade de riquezas culturais representadas das mais variadas formas por todo o estado mostra a força de grandes artesãos, pintores e modeladores. Homens e mulheres que com suas mãos habilidosas criam obras de valor estético cujo resultado perpassa toda uma tradição de uma região. É com o intuito de valorizar o melhor que a cultura cearense pode oferece que a SJ Administração de Imóveis traz a exposição ‘Caras do Sertão’, que vai até o dia 30 de Setembro e reúne obras de artesãos do Centro de Cultura Popular Mestre Noza, localizado em Juazeiro do Norte.  A exposição homenageia o centenário da cidade de Juazeiro do Norte e marca também a inauguração da SJ Cariri – a primeira filial da SJ Administração de Imóveis fora da cidade de Fortaleza.

O Centro de Cultura Popular Mestre Noza foi criado em homenagem a Inocêncio da Costa Nick, o famoso Mestre Noza, que nasceu em Pernambuco em 1897, mas estabeleceu-se em Juazeiro do Norte depois de uma romaria de 600 quilômetros seguindo Padre Cícero. As obras de escultura e xilogravura do Mestre Noza o tornou mundialmente conhecido, tendo publicações na Europa, Ásia e Oceania. Os traços e formas características dos trabalhos do Mestre Noza tornou-se a real expressão do povo da região do Cariri e representa uma riqueza de cores e formas da região do sertão caririense.

A mostra, que segue até o dia 30 de setembro, na sede da SJ, reúne esculturas dos mais de 200 artesãos do Centro de Cultura Popular Mestre Noza,  que tornou-se referência na produção de esculturas no país. Ao todo são 20 obras de 11 artistas feitas de madeira umburana estampada com cores vibrantes, retratando figuras do reisado em forma de troncos e personagens soltos, que remetem muito as festas típicas e juninas dos interiores nordestinos.

Caso deseje trocar idéias conosco, deixe seu comentário aqui ou escreva para o Twitter @sj_digital.

Tem Facebook? Então curta a página SJ Administração de Imóveis.