ecoponto-fortaleza

 

 

O lixo gerado em casa com potencial para ser reaproveitado em processos de reciclagem gera descontos na conta de luz do fortalezense. Nos nove ecopontos da Capital, o cidadão pode se cadastrar para que o material deixado vire crédito a ser abatido na tarifa.

Vidro, metal, papel, plástico, óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (como caixas de leite e sucos) são os materiais que geram crédito a partir do peso e do valor de cada item conforme cadastrado e atualizado mensalmente em tabela de preços. É importante ressaltar que os materiais a serem reciclados precisam estar livres de sobra de alimentos.

  • Para fazer o cadastro, o cidadão precisa levar uma conta de energia recente.
  • O cartão magnético é entregue no momento do cadastro.
  • Fica a escolha do cidadão aproveitar o bônus na própria conta de luz ou fazer uma doação para alguma das instituições cadastradas no ecoponto.
  • No ato da entrega dos materiais, o crédito é destinado automaticamente e deve ser conferido pelo beneficiário na próxima conta recebida.

A iniciativa estimula o pequeno gerador de lixo a fazer a segregação dos materiais, contribuir para a reciclagem e evitar o descarte em pontos de lixo.

 

Materiais que geram crédito na conta de energia:

  • Vidros: garrafas de cerveja, embalagens de café solúvel e maionese, garrafas de refrigerante, vinho e aguardente, potes e cacos brancos.
  • Metais (exceto cobre): ferros em geral, alumínio, parafusos, latas de cerveja e refrigerantes, aço inox, antimônio, latão, baterias de carro e moto, chumbo e bronze.
  • Papéis: papelão, jornais, livros, cadernos, papéis brancos e papéis mistos.
  • Plásticos: garrafas de refrigerantes(PET), filme, PVC, mangueiras, sacolas, embalagens de água sanitária, margarina e detergente.
  • Outros: óleo de cozinha e embalagens Tetrapak (leite, sucos e achocolatados).

 

Materiais que não geram créditos:

  • Restos de alimentos, esponjas de aço, embalagens de ovos, papel higiênico, fraldas descartáveis, papel sujo ou plastificado, lâmpadas fluorescentes, lixo hospitalar, resíduos industriais, restos de construção, óleo lubrificante, caixas de sabão em pó, guardanapos, lenços de papel, pneus, embalagens aluminizadas, isopor, cabos e fios, espelhos, cristais, tintas, CDs, fitas K7, fitas de vídeo, tecidos, couros, espumas, madeiras, cerâmicas e porcelanas.

 

Ecopontos

Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 8h às 12 horas e das 13h às 17 horas.

  • São João do Tauape – Avenida Visconde do Rio Branco, s/n. Anexo ao Parque Rio Branco
  • Varjota – Avenida Antônio Justa com rua Meruoca
  • Bairro de Fátima – Avenida Luciano Carneiro com avenida Eduardo Girão
  • Vila Peri – Rua Antônio Costa Mendes com Travessa Augusto Ribeiro
  • Conjunto Esperança – Avenida da Penetração Norte Sul com Rua do Canal
  • Conjunto Ceará – Avenida Ministro Albuquerque Lima com rua Setecentos e Vinte Um
  • José Walter – Avenida B com rua 33
  • Barra do Ceará – Rua Graça Aranha com Travessa 14 de Maio

 

Fonte: Jornal O Povo