Supermercado é o lugar onde mais se compra por impulso! Pesquisa mostra que 34% dos brasileiros gastam mais que o planejado quando estão nesse tipo de comércio. Shoppings aparecem na segunda posição.

Economizar é sempre bom, afinal, sobra dinheiro para utilizar em outros planos! No supermercado, com tanta variedade de produtos, o orçamento pode sair do controle facilmente. Por isso, adotar algumas práticas antes de fazer as compras, podem ser fundamentais para economizar. Confira!

Caneta, papel e economia
O primeiro passo é jamais chegar no supermercado sem saber o que realmente precisa em casa. Uma lista de itens e prioridades pode ajudar a evitar excessos e aquisição de produtos desnecessários. relacione primeiro os produtos básicos e depois dos supérfluos. Se possível, faça isso em listas separadas. Evite congelados e prefira frutas!

Salário e compras: saiba quanto de seu salário é designado para as compras de mercado no mês. Divida o valor por quatro e assim, será possível precisar qual é o valor máximo permitido para gastos no supermercado por semana. Faça um cálculo, mesmo que aproximado, de quanto poderá custar a compra;

Quantidades: na lista, considere a quantidade de cada produto, levando em conta o período da próxima compra;

Crianças: evite levar as crianças, mas caso não seja possível, vá direto aos itens de compra e não passeie pelo mercado. Caso a criança insista em comprar algum item, faça valer o diálogo;

Barriga cheia: faça as compras depois de comer, pois é importante distinguir a fome fisiológica, da fome psicológica. A fome física ou do estômago é a fome fisiológica, aquela que alimenta e define uma vida saudável. Já a fome emocional ou psicológica é aquela que implica tão somente em comer. Com isto aprenda que a fome psicológica é a que move as compras em excesso, pois estão ligadas diretamente às emoções;

Sem rodeios: vá diretamente aos pontos onde os produtos se encontram, evitando passear entre as gôndolas;

Observe as partes inferiores e superiores da gôndola: Normalmente, as marcas mais famosas e tradicionais estão posicionadas no centro das gôndolas, facilitando a visão do consumidor. Por isso, não deixe de observar os níveis superior e inferior da seção. Você pode achar opções tão boas quanto as localizadas no centro das prateleiras e mais em conta;

Nada de achar: não fique procurando algo que você “acha” que precisa, pois, com certeza, irá encontrar;

Compare preços: Se você faz compras em apenas um supermercado, sem conhecer os outros, não vai ter referências para saber onde comprar mais barato! Muitas vezes são encontradas boas oportunidades de reduzir o valor da conta e conhecer outros produtos.

 

Boas compras e boa economia! :)

 

Acompanhe a SJ no Twitter e no Facebook