Pequenas economias geram resultados sim! Esse é o recado para quem acha besteira economizar água, energia elétrica, fazer lista de compras, pesquisar preço ou poupar alguns trocados.

Veja algumas dicas para reduzir gastos e consumos, para poupar em casa e economizar todos os dias.

1 – Ao desligar os aparelhos elétricos, certifique-se que não os deixa em stand-by (luz vermelha acesa), para não continuarem a consumir energia

2 – Aproveite ao máximo a luz do sol e o vento (ventilação natural)

3 – Ao usar o condicionador de ar, mantenha as portas e janelas fechadas

4 – Limpe os filtros do ar-condicionado periodicamente, pois sujos, eles impedem a circulação livre de ar, aumentando o consumo de energia

5 – Substitua, quando possível, todos os eletrodomésticos por aparelhos que possuam o selo Procel/INMETRO de economia de energia porque consomem menos

6 – Desligue o condicionador de ar sempre que você se ausentar do ambiente por um longo período. Regule o termostato para a temperatura adequada. O frio máximo além de consumir mais energia nem sempre é a melhor solução de conforto

7 – Nas pausas mais prolongadas do uso do computador, desligue totalmente o aparelho, inclusive o estabilizador

8 – Após o carregamento da bateria do celular, retire da tomada o carregador

9 – Diminua a pressão das torneiras, através de redutores de fluxo, como forma de minimizar o consumo de água

10 – Compre em um atacado os produtos que você mais consome em casa. Os preços são menores que os da maioria dos supermercados.

11 – Seque a roupa no varal para economizar energia

12 – Não é melhor um celular pré-papo? Os planos pós pagos acabam favorecendo gastos maiores.

13 – Alimente-se bem. Quem mantém uma alimentação saudável e equilibrada adoece menos e, logo, gasta menos com remédios e medicos

14 – Compre os alimentos da estação. Verifique quais são os alimentos de época e apeoveite que eles estão mais baratos.

15 – Se você decidir possuir um animal de estimação, considere fazer um seguro de saúde para seu bichinho.

16 – Analise seus gastos. Faça um orçamento sobre seu dinheiro. Descubra para onde ele está indo.

17 – Não esqueça de criar um fundo para emergências. Geralmente o que arruína um bom orçamento é a não preparação para imprevistos, obrigando-nos a utilizar o dinheiro de outras despesas.

18 – Considere alternativas que podem ser mais baratas ou elimine a ompra de itens desnecessários

19 – Fuja da sedução de vendas do tipo “50% de desconto”. Só é um bom negócio se você realmente precisar do item, evite compras por impulso

20 – Quando der, aproveite a água da chuva. Você pode usar a água para lavar o carro, por exemplo.

21 – Pesquise sempre e compre à vista. Tudo que se compra em prestações se paga mais caro. Quem pesquisa o melhor preço paga menos e aumenta a chance de comprar à vista e obter desconto.

22 – Cuidado com o cartão de crédito. O limite do cartão de crédito deve ser de, no máximo, metade da sua renda. Evite ter mais de um cartão.

23 – Poupe primeiro. Aplique, invista assim que receber o salário ou qualquer outra receita. Nunca deixe a poupança para o fim, pode não sobrar.

24 – Poupe não o que sobra, defina previamente um valor, mesmo que seja um valor pequeno.

Tem mais alguma dica? Conta pra gente!