O desperdício de água no Brasil chega a quase 70%. O maior desperdício ocorre nas residências, geralmente pela falta de conscientização e informação das pessoas.

A água potável quando é desperdiçada, não pode ser aproveitada e acaba retornando ao rio poluída por sujeira e esgoto.  Então quando alguém desperdiça, todos perdem inclusive o meio ambiente!

Com simples atitudes é possível economizar muita água. Veja algumas dicas!

Nas contas de água todo o volume registrado pelo hidrômetro é considerado consumo e esse aparelho apura estes três fatores:

Consumo efetivo – O que é percebido como consumo real. Varia de acordo com as necessidades em cada domicílio.
Desperdício – Perdas voluntárias durante as atividades domésticas e causadas pelo mau uso da água e por maus hábitos.
Vazamento – Perdas involuntárias, geralmente não aparentes, em torneiras, sanitários, caixas d’agua e outros.

Por isso é muito importante evitar desperdícios de água e reparar os vazamentos para conseguir reduzir os valores da sua conta.

Nas residências, cerca de 78% do consumo são gastos no banheiro.

Na descarga: Uma válvula de vaso sanitário chega a consumir 20 litros de água tratada quando acionada uma única vez. Aperte apenas o tempo necessário e não jogue lixo no vaso para não entupir a rede de esgoto.

No banho: Um banho demorado chega a gastar 135 litros de água limpa, o que equivale a 70 garrafas pets. Banhos de no máximo 5 minutos economizam água e energia elétrica. Para economizar água no banho, em vez de passar o tempo todo com o chuveiro ligado, a torneira deve ser aberta somente para se molhar, em seguida o chuveiro deve ser fechado, enquanto é feita a higiene com sabonete e shampoo. Após a limpeza a torneira pode ser aberta novamente, para a retirada dos produtos.

Na escovação dos dentes: Escovar os dentes com a torneira aberta gasta até 25 litros da água Recomenda-se que os dentes sejam escovados primeiramente, para depois abrir a torneira. A economia pode ser ainda maior se for usado apenas um copo com a quantidade adequada para o enxágue.

Na torneira: Uma torneira aberta gasta de 12 a 20 litros d’água por minuto. A torneira pingando gasta 46 litros por dia.

Na lavagem de louças: Lavar as louças, panelas e talheres com a torneira aberta o tempo todo acaba desperdiçando até 105 litros de água. O certo é primeiro escovar, ensaboar e depois enxaguar tudo de uma só vez.

Na lavagem de carros: Com a mangueira aberta continuamente se consome, em média, 600 litros equivalente a 360 litros de garrafas pets. Com um balde, esse número cai para aproximadamente 60 litros.

Mais dicas de economia!

· Aproveite a água da chuva para aguar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais água em horários quentes, então molhe -as de manhã cedo ou no fim do dia.

· Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar pátios e quintais. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.

· Reaproveite a água da sua máquina de lavar para lavar a calçada.

· Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas como vazamentos, percebidos pelo consumo fora do normal.

Agora é hora de colocar em prática as dicas de economia e consertar os vazamentos encontrados. Assim você evita desperdício de água, colabora com a natureza e ainda reduz sua conta de água.

 

Acompanhe a SJ no Twitter e no Facebook