O Bairro Jacarecanga surgiu na década de 1920, quando famílias de elevado poder aquisitivo começaram a se afastar do centro. Circular pelas ruas do bairro é um convite para viajar no tempo.

Casa de Thomaz Pompeu Sobrinho.

A casa de Thomaz Pompeu Sobrinho foi construída em 1924 e uma das principais construções do bairro. Hoje, abriga a Escola de Artes e Ofícios do Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC)

 

Os casarões, sobrados, bangalôs e chácaras antigas nos transportam para a Fortaleza de muitas décadas atrás. Poucos bairros em Fortaleza concentram um patrimônio cultural material tão rico.

Inclusive, o “conjunto urbano do bairro Jacarecanga” foi considerado um “bem de relevante interesse cultural” pela Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor). Antes, só a Praia de Iracema ostentava este posto.

Foi nesse bairro que se começaram a instalar os mais importantes equipamentos sociais, como o Liceu do Ceará, o terceiro mais antigo do País; a sede do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará; o Cemitério São João Batista – mais antigo cemitério de Fortaleza, inaugurado em 1866.

Fica localizado a menos de 10 quarteirões do Centro. Possui uma diversidade de escolas públicas e particulares, além de postos de saúde, centro comercial, praça e outras áreas de lazer.

 

Liceu do Ceará

Liceu do Ceará

Uma das marcas da história da Jacarecanga é a influência da família do industrial Philomeno Gomes, dono de uma antiga fábrica de redes no bairro e responsável pela construção de vários imóveis no local. A Avenida Filomeno Gomes, uma das principais vias do bairro, homenageia o Industrial Philomeno.

Atualmente, tem sido novamente valorizada. Novos edifícios e um shopping estão sendo construídos.

O que você acha do Bairro Jacarecanga? Conte suas experiências no bairro em um comentário!

 

Faça uma busca dos imóveis localizados no bairro Jacarecanga aqui.

 

SJ Administração de Imóveis nas redes: Twitter | Facebook