A apropriação de novas tecnologias está acontecendo com força total no mundo corporativo para facilitar as atividades do dia a dia e, principalmente, como um diferencial competitivo. Foi através de melhorias nos antigos leitores de e-books que os tablets, finos aparelhos que reproduzem conteúdos interativos e multimídia, surgiram aos poucos e há quase um ano e meio se tornaram uma febre mercadológica decisiva para a mudança de hábitos da sociedade, do mercado de trabalho e dos setores econômicos.

No início deste ano, várias pesquisas começaram a surgir sobre como o uso dos tablets poderiam aperfeiçoar e dar mais agilidade em algumas rotinas de trabalho em empresas e no comércio em geral. Casos de sucesso impulsionaram a incorporação massiva do aparelho nas áreas de comércio e prestação de serviço em vários países. Essa apropriação do mercado se deu de maneira natural, já que os modelos de tablet são menores e mais leves que um notebook, e acabam facilitando o manuseio e transporte em atividades externas.

A SJ Administração de Imóveis, com o intuito de aperfeiçoar e facilitar seus processos, também incorporou os mais modernos tablets para realizar suas vistorias de captação, locação e desocupação. Acompanhando a evolução digital, a empresa já vinha utilizando dispositivos móveis nos seus procedimentos de vistoria, começando por um coletor de dados, passando pelo Palm Top, seguido pelo HP IPAQ, e agora migrou de vez suas operações para a grande revolução do Vale do Silício. Cada vistoriador utiliza um tablet para coleta das informações da vistoria, armazenando dados, fotos e vídeos de maneira mais rápida do que utilizando formulários de papel. Foram realizados diversos testes (incluindo o gadget da Apple, o iPad) e o modelo escolhido foi o Galaxy Tab, da Samsung, que opera com o Android. “Optamos por este equipamento por facilitar a integração com o sistema da empresa”, explica Marcos Glaydson, coordenador de TI da SJ.

O fator transmissão das informações foi outro ponto relevante para a troca dos equipamentos, já que todas as informações, incluindo fotos em um futuro próximo, podem ser enviadas para a sede diretamente do tablet via wi-fi em tempo real, proporcionando mais velocidade ao serviço. “Hoje, com os tablets, enxergamos inúmeras possibilidades de como este equipamento pode facilitar as atividades do colaborador e a relação da SJ com seus clientes”, afirma o coordenador.

Caso deseje trocar idéias conosco, deixe seu comentário aqui ou escreva para o Twitter @sj_digital

Tem Facebook? Então curta a página SJ Administração de Imóveis